Sopa de Casamento
Gastronomia

SOPA DE CASAMENTO

Trata-se de um aproveitamento ótimo do molho da chanfana, que nunca é totalmente consumido, sendo muito saboroso e rico, não só em gordura mas também nos sucos de carne. Os “noivos” ofereciam o almoço aos convidados no dia seguinte ao casamento e como já não haveria carne suficiente, fazia-se a sopa que se enfeitava com os pedaços de carne ainda disponíveis. Daí advirá o seu nome, tratando-se de mais uma forma de rentabilização dos recursos existentes. Certo é que se trata de um prato bastante saboroso e que não se costuma encontrar fora do concelho de Miranda do Corvo.
Ingredientes
Couve lombarda ou troncha; sobras de pão; molho e sobras da chanfana
Modo de preparação 
Cozem-se as couves, de preferência lombarda ou troncha. Numa caçoila de barro dispõe-se uma camada de couves cozidas, uma camada de pão em fatias e assim sucessivamente até acabar com as couves. Rega-se com o molho da chanfana, aquecido, indo de seguida ao forno quente para apurar e tostar um pouco.